Artigos - Saúde e Prevenção

Laboratório de análises clínicas e testes contra a Covid

O projeto Saúde-Se, desenvolvido pelo Núcleo Saúde do Vale, da Associação Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E) aborda, nesta semana, o trabalho dos laboratórios de análises clínicas e os testes realizados para o diagnóstico da Covid-19. A nucleada convidada é a sócia- proprietária do Hemoanálises Laboratório, de Encantado, Berenice Goldoni.

ARTIGO


Análise clínica é uma especialidade da área da saúde que estuda materiais biológicos
auxiliando na promoção, na prevenção e na recuperação da saúde da população.
Tudo iniciou com a microscopia, auxiliando muito na descoberta de várias doenças. Com o
passar do tempo e o avanço da tecnologia, a robótica começou a fazer parte dos laboratórios, dando um aprimoramento nos exames, elucidando ainda mais as doenças.

Quando surgiu o coronavírus SARS-COV-2, os laboratórios foram fundamentais na identificação do vírus, desde o diagnóstico, no acompanhamento e na evolução da doença. Para isto foram desenvolvidos vários testes muito úteis para identificar se a pessoa é portadora do SARS-COV- 2 ou de outro vírus que poderia estar ocasionando os mesmos sintomas. A identificação do RNA do vírus foi o primeiro passo. Com base nisso foram desenvolvidos os testes: RT-PCR-SWAB COMBINADO DE NASOFARINGE: É um teste molecular, baseado na pesquisa do material genético do vírus (RNA). A amostra deve ser coletada por swab (cotonete) da porção mais profunda da nasofaringe. Caso seja identificado RNA do vírus neste material podemos confirmar que a pessoa é portadora do SARS-COV-2, coronavírus.

Este teste é considerado padrão ouro para o diagnóstico. Se der negativo não exclui a doença, visto que depende muito da coleta bem feita e da carga viral do local. Desvantagem do teste é a demora do resultado, mais de 24 horas para a amplificação do material genético do vírus. A versão mais rápida é a POCT, com algumas horas de espera, porém menos sensível. RT-LAMB PARA SARS-COV-2: Também é um teste molecular, ou seja, pesquisa o RNA do vírus, mas por amplificação isotérmica. Também é coletado da nasofaringe, mas sua sensibilidade é levemente inferior ao RT-PCR, porém fica pronto em poucos minutos, sendo o método mais rápido com segurança no trabalho.
RT-PCR SEM SALIVAR: É o mesmo método RT-PCR, porém o material biológico é a saliva.

A principal vantagem é a coleta mais simplificada, porém tem menor sensibilidade que na nasofaringe. TESTE RÁPIDO SOROLÓGICO IgG – IgM: Realizado por imunicromatrogafia é a determinação qualitativa de anticorpos IgG e IgM par anti COVID em amostra de sangue, tem restrições e a interpretação do resultado tem que ser por profissional capacitado, visto que não é fidedigno. PESQUISA DO ANTIGENO SARS-COV-2: É um teste imunológico baseado no reconhecimento do antígeno (uma parte da estrutura do vírus) em amostra coletada também da nasofaringe. Tem uma sensibilidade inferior ao RT-PCR, mas fica pronto em minutos e tem até 90% de eficácia nos primeiros dias dos sintomas.

Em todos os métodos é importante a perfeita coleta do material. Como em qualquer exame de laboratório a fase pré-analítica é decisiva para um bom resultado.

 

Berenice Conceição Bertozzi Goldoni
Responsável técnica CRF 1709 | Laboratório Hemoanálises