Eventos Destaques Arvorezinha

Novo marco no mapa cultural da região

Lançamento de Livro sobre a cultura Italiana no Estado e entrega da obra do Museu do Tijolo foram destaque de evento em Arvorezinha

 O município de Arvorezinha viveu na manhã desta segunda-feira (24), um momento marcante de sua história, com a realização do evento de entrega da primeira etapa da construção do Museu do Tijolo e o lançamento do livro “150 anos da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul”. O evento aconteceu no próprio Museu do Tijolo, na área da Cerâmica Fachinetto.

Evento aconteceu-no-Museu do Tijolo. Foto: Laura Tebaldi.

 

 

 

A cerâmica como parte da cultura

O Projeto de construção e estruturação do “Museu da Cerâmica Vermelha”, iniciou em 2003. Desde então, o local abrigava uma Exposição Permanente, além de exposições itinerantes, palestras e rodas de conversa voltados à história da cerâmica, nos períodos em que o Museu se engajava nas atividades propostas pelo Sistema Estadual de Museus e Instituto Brasileiro de Museus.

Em função da intensa procura e da relevância histórica, foi proposta a ampliação do espaço e a expansão das atividades. Assim, o proprietário do local, Claudir Fachinetto, destinou a área onde está sediado hoje o chamado “Museu do Tijolo – um projeto do arquiteto Marcelo Ferraz.

Em sua fala, na abertura do evento, Claudir mencionou a história da família, moldada através do tempo com a produção de cerâmicas. O projeto contou, ainda, com a colaboração de diversas empresas, como a Lume e profissionais da região, como Ismael Rosset, Jaqueline Custodio e Manoel Toguinha.

Já a Secretária da Cultura, Beatriz Araújo exaltou a importância de projetos como o Museu do Tijolo, e destacou o setor cultural no Estado. “Mais de 4% do PIB gaúcho vem da economia criativa”, contou Beatriz, que colocou a pasta à disposição dos municípios.

A etapa de construção do Museu do Tijolo contou com o patrocínio da Basso e Pancotte e com o financiamento do Pró-cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

A história da imigração registrada

O lançamento do livro “150 anos da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul”, escrito por 200 autores, é dividido em três volumes que contam a história da imigração, mostrando as cidades colonizadas pelos primeiros italianos. Em mais de 1,2 mil páginas, os volumes reúnem relatos de historiadores que percorrem as mais variadas terras.

Entre as autoridades que participaram da cerimônia, estavam o prefeito de Arvorezinha, Jaime Borsatto; a presidente da Associação dos Amigos dos Moinhos do Vale do Taquari, Sediane Dall Agnol Roman e o Deputado Federal Alceu Moreira. O Governador Eduardo Leite, presença aguardada no evento, chegou perto do meio dia.

Sediane Dall Agnol e Eduardo Leite. Foto – Divulgação Governo do Estado

Leite falou da importância de avaliar presente e passado. “Devemos fazer esse exercício de olhar para o passado. Devemos olhar para os imigrantes italianos, entre tantos outros que chegaram ao nosso Estado, que atravessam um oceano fugindo da fome, de guerras, de condições adversas que existiam no seu próprio país”, disse.

Os secretários Estaduais, Beatriz Araújo (Cultura), Ronaldo Santini (Turismo), Luiz Carlos Busato (Articulação e Apoio aos Municípios), Silvana Covatti (Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural), Edson Brum (Desenvolvimento Econômico) e Juvir Costella (Logística e Transportes) também estiveram no local, assim como Deputados estaduais e prefeitos de diversos municípios.

Secretária Estadual de Cultura. Foto – Laura Tebaldi