Iniciativa Encantado Destaques

Núcleo de Turismo da ACI-E planeja primeiras ações

Após a realização da primeira reunião na semana passada, quando 134 pessoas compareceram no Auditório Itália, do Centro Administrativo Municipal, o Núcleo de Turismo da Associação Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E) encaminha as próximas ações.

Um novo encontro está agendado para a segunda-feira, dia 17, às 19h, na sede da entidade. Para seguir os protocolos de segurança, os interessados em participar devem reservar lugar pelo fone 51.3751.2255. Os coordenadores escolhidos são as empresárias Adriana Rizzi e Glória Villa e o guia turístico, Moises Gugel, com a mediação da executiva da Associação, Bernardete Rissi.

A presidente da ACI-E, Maria Cristina Castoldi, entende que o momento é de oportunidades. “A construção do Cristo Protetor tem criado uma expectativa muito grande no setor do turismo. Faz-se necessário a união, a cooperação e a atitude. Cada um dando o melhor de si, de forma consciente”, comenta. Para uma das coordenadoras, Glória Villa, a reunião de sensibilização demonstrou o interesse e a curiosidade dos empreendedores locais em aproveitar as novas oportunidades proporcionadas pelo monumento. “Temos um novo filão de negócios pela frente”, projeta.

Segundo ela, aspectos como foco, perspectivas, ajuda na busca de soluções, troca de ideias e parcerias são pontos que precisam ser trabalhados dentro do Núcleo. “Precisamos trabalhar o todo. Juntos somos mais fortes e melhores”, acrescenta. Glória chama a atenção para a necessidade de os nucleados estarem engajados. “Nosso papel será o de auxiliar com as ferramentas, porém, cada empreendedor deverá fazer a sua parte”, pondera.

Adriana Rizzi acrescenta que é fundamental que o poder público e a Associação Amigos de Cristo repassem à comunidade as ações ligadas à construção da estátua. “Isso transmite segurança para as pessoas, seja na busca de novos investimentos, ou em melhorias naquilo já existente”, afirma. “Muitos são jovens que compareceram à primeira reunião do Núcleo de Turismo por diferentes motivos: por curiosidade, para amadurecer as ideias e para ter mais informações sobre o projeto do Cristo Protetor”.