Educação Destaques Estrela

Programa ‘Ver o Bem’ ajuda a identificar dificuldades visuais em alunos

Testes de acuidade visual e até óculos são oportunizados gratuitamente a alunos da Rede Municipal de Ensino através de parcerias. Incidência chega entre 10% e 15% dos jovens testados

As parcerias do Governo de Estrela com diversas instituições, grupos, voluntários e profissionais das mais variadas áreas segue trazendo resultados positivos à população. Uma delas tem contribuído diretamente para o melhor aprendizado de crianças e jovens. O Programa ‘Ver o Bem’, uma iniciativa do Lions Club Estrela, que também conta com parceiros, realiza pré-testes oftalmológicos em alunos das escolas do município para identificar, de maneira precoce, crianças e jovens que possam ter algum problema de visão, e com isso prejudicar o seu rendimento na sala de aula. Entre 10% e 15% dos alunos testados, em média, apresentam algum sinal irregular, e suas famílias são orientadas a buscarem a consulta com um profissional da área.

O programa Ver o Bem é realizado há mais de oito anos. Este tem por iniciativa passar ao menos uma vez por ano em cada uma das escolas para realizar a testagem, mas o faz também quando um professor percebe que algum aluno ou grupo possa estar com dificuldades visuais. Voluntários do clube social vão até a instituição de ensino acompanhados da equipe da Ótica Lauro, também parceira do projeto, que realiza testes prévios/acuidade através de um aparelho importado próprio para este fim. “Não se trata já do exame que indicará a necessidade do uso do óculos ou não, ou mesmo qual o problema e o grau da lente. É sim um primeiro passo para que, caso constatada alguma dificuldade, a família deste aluno seja orientada a buscar a ajuda de um profissional, da sua livre e espontânea vontade e escolha”, destaca a profissional Ana Hickmann, responsável pelo teste, acompanhada da integrante do Lions, Mirca Laudice Eidelwein. A incidência de casos, segundo a equipe, também varia conforme as condições sociais das crianças, pois algumas vezes são reflexo de outros cuidados, como quando em ambiente familiar.

Vitória x dúvidas

Quatro escolas já foram visitadas desde o retorno das aulas presenciais. Todos os alunos são testados. Nesta sexta-feira (23) foi a vez da Escola Municipal de Ensino Fundamental Cônego Sereno Hugo Wolkmer receber a visita da equipe. A expectativa dos jovens pelo exame é grande desde quando são informados do teste que vão realizar. Quando o aviso de que a visão está sem problemas, a expressão é de vitória, alívio. Quando não, de legítima preocupação e dúvidas. Mas logo são acalmados pelos professores e demais profissionais, e conscientizados de que se tratam de casos mais comuns do que imaginam.

Quando a escola constata que, por questões financeiras ou desinteresse da família, a mesma não viabilize a consulta, o Lions é novamente acionado. O clube busca então o auxílio de um oftalmo parceiro do projeto para a realização do teste. Caso constatada a necessidade de uso de óculos, e a família igualmente não apresente condições financeiras de pagar pelo mesmo, a ótica o viabiliza. “Mas tudo passa por uma rigorosa avaliação, tanto da escola como do Lions e dos parceiros envolvidos”, afirma Mirca Eidelwein.

Ferramentas

A professora Fernanda Fernandes elogia a iniciativa. “É de extrema importância e utilidade. Sabemos como é complicado quando um aluno sente dificuldades para enxergar as letras no quadro, ou por natureza já pede para sentar nas mesas da frente”, explica. A secretaria municipal de Educação, Elisângela Mendes, destaca as parcerias. “Nosso papel é, antes de tudo, proporcionarmos as melhores condições de ensino às nossas crianças e jovens. Claro que, muitas vezes, não está tudo ao nosso alcance ou depende apenas das nossas equipes, mas buscamos sempre maneiras de intermediar e viabilizarmos isso”, diz. “E nisso, as parcerias do Governo de Estrela e da secretaria com entidades, clubes e profissionais da nossa cidade e outros facilitam muito estes processos, se tornando importantes ferramentas no objetivo de manter o nosso ensino municipal uma referência.”

Add Comment

Clique aqui para deixar um comentário

Por favor, preencha o campo *