Iniciativa Destaques Estrela

Projeto ‘Ternura que Impacta Vidas’ realiza doações

Iniciativa do programa Primeira Infância Melhor prepara especial Dia das Mães com amor, solidariedade e poesia

Os programas sociais Primeira Infância Melhor (PIM) e Criança Feliz (CF) de Estrela estão dando sequência ao projeto ‘Ternura que Impacta Vidas’, voltado ao Dia das Mães. A iniciativa, que já efetivou o sonho de uma mãe ter sua gestação retratada em uma sessão de fotos especial, está agora realizando a entrega de kits com produtos de higiene pessoal e de limpeza para os lares das famílias atendidas pelos programas. Outras surpresas estão programadas pelas visitas das equipes aos lares atendidos.

Os kits foram formados por produtos doados pela empresa Launer Química, uma farmácia anônima e parte pela própria Secretaria Municipal da Saúde. Junto ao presente, todos recebem uma edição da obra “Um novo cântico de vida à minh’alma”, livro de poesias da autora estrelense Caroline Gomes Beatriz da Silva. Os livros foram comprados pela Secretaria Municipal de Educação (Smed), como forma de incentivo à leitura junto às famílias mais vulneráveis, que muitas vezes não têm acesso às mídias impressas e digitais. A entrega iniciou ao longo da semana. E em alguns dos lares com a presença e visita da própria autora, que ainda declamou poema especial dedicado às mães e fez uma apresentação de flauta.

Surpresas

As mães presentadas foram surpreendidas pelas visitas. Daniela Cunha, moradora do Bairro Pinheiros, mãe de Aliyah, Alyssa e Yadini, recebeu o kit com a caçula Aliyah, de apenas sete meses, dormindo e no colo. Depois presenciou a apresentação de flauta de Caroline. “Linda. Obrigado”, resumiu. Já Isabela Petter, moradora do Bairro Boa União, estava apenas com um dos filhos gêmeos de oito meses acordados. Benjamin, irmão de Joaquim, ficou concentrado na música tocada por Caroline. “Ela toca muito bem. Deve também escrever bem. Parabéns”, frisou Isabela, ao receber o livro de poesias. “Espero que tenhamos colaborado para que tenham um especial Dia das Mães”, destacou a visitadora dos programas, Ângela Beatriz Schultz, ao agradecer a colaboração de Caroline. A entrega dos kits será finalizada nesta sexta-feira (07).

Saiba mais

Ser mãe está, em algum momento, relacionado à gestação de um feto; o nascimento e o crescimento de um bebê; a educação de uma criança, mas com carinho e amor em todas as fases. Foi pensando nisso que os programas sociais Primeira Infância Melhor (PIM) e o Criança Feliz (CF) resolveram realizar o projeto ‘Ternura que Impacta Vidas’, e através dele preparar um especial Dia das Mães para aquelas mulheres e famílias que estão cadastradas e são acompanhadas de perto pelas equipes de trabalho da Secretaria Municipal de Saúde.

O PIM está ligado à Secretaria Estadual de Saúde, e o Criança Feliz ao Ministério da Cidadania, mas em Estrela este atende como Primeira Infância. Atualmente, os programas sociais têm 84 famílias cadastradas, com cerca de 90 crianças que têm entre 0 a 3 anos e, no momento, três gestantes. Priscila Bárbara de Lima Rochefort é uma delas. A jovem de 19 anos está no oitavo mês da gestação de sua primeira filha. Integrante de uma família de baixa renda, Priscila não tinha condições de financiar seu sonho: um book de gestante. Pois o projeto Ternura que Impacta Vidas tratou de realizá-lo. Em uma parceria com o Leipelt Photo Stúdio; a maquiadora Vanessa Machado; a visitadora do programa, Vanessa Gomes Klafke, e a equipe do PIM, que se esforçou para conseguir roupas para a gestante, a sessão de fotos foi realizada na última semana.

“Ressaltamos que, no setor público, se estabelecem relações tão intrínsecas que não deixam mais espaço para o individual, e isto se torna mais evidente na Administração Municipal”, destaca a idealizadora do projeto, Ilânia Kafer, assessora do PIM. “Os Programas PIM e CF ainda contam com o apoio irrestrito do secretário Celso Kaplan e de toda a equipe da pasta”, afirma. Elisângela Beatris Becker, supervisora do programa e também assistente social, completa. “No momento, as atividades acontecem de forma remota e quem não dispõe de recursos digitais recebe as tarefas no portão da casa, assim não deixamos nenhuma família para trás”, menciona a supervisora. Mais informações pelo telefone 3981-1212.