Segurança Educação Lajeado

Sistema de registro de violência passará a funcionar em todas as escolas municipais de Lajeado

A  Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria da Educação (SED), está capacitando as equipes diretivas das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e de Ensino Fundamental (EMEFs) de Lajeado para o uso do Sistema de Registro de Violência Escolar (Sispreve). Mesmo com as aulas suspensas em razão da pandemia do coronavírus, o treinamento para adoção da nova ferramenta foi realizado por meio de videoconferência. O Sispreve é uma ferramenta de prevenção da violência escolar que já havia sido utilizado de forma experimental em cinco escolas entre novembro e dezembro de 2019. Agora, assim que as atividades escolares forem retomadas, o Sispreve, que integra o Pacto Lajeado pela Paz, passará a abranger todas as 41 escolas da rede municipal de educação.
Os encontros virtuais, que ocorreram por meio da plataforma do Google, foram mediados pelos consultores do Instituto Cidade Segura, Álex Rocha Brandão e Tâmara Biolo Soares, pela supervisora do Ensino Fundamental da SED, Priscilla Hasstenteufel e pelas orientadoras educacionais Joice Schneider e Isabel Cristina Bruxel, além da secretária municipal da Educação, Vera Plein.
“Na videoconferência, aliamos dois importantes programas da Secretaria da Educação: o Google for Education e o Pacto Lajeado pela Paz.  Por meio do G Suite do Google, utilizamos a ferramenta do Google Meet para avançamos na implementação das ações do Pacto Lajeado Pela Paz nas escolas. É um momento importante pois mesmo afastados da escola vamos aprendendo a lidar com novos desafios para em breve voltarmos e darmos continuidade ao nosso planejamento”, disse a secretária, Vera Plein.
De acordo com Priscilla, o sistema é um formulário online onde os próprios gestores das escolas podem registrar, quando necessário, situações de violência no espaço escolar. Neste formulário, a escola pode informar os envolvidos no fato (alunos, professores, funcionários e comunidade), idade dos envolvidos, qual foi o tipo de violência ocorrida (abuso sexual, briga, bullying, consumo de drogas, discussão, ameaça, etc), motivos e quando ocorreu o fato, entre outros. Com as informações sistematizadas e baseadas em evidências, o objetivo é traçar um perfil da violência praticada em cada escola e construir ações direcionadas ao fato gerador, reduzindo a incidência de novas ocorrências.
Desde 2019, quando cinco escolas participantes do Cada Jovem Conta utilizaram o método como um projeto-piloto, o sistema já passou por modificações.”Modificamos para adaptar às necessidades das escolas e trazer um diagnóstico mais fiel da realidade. Como ele é construído com e para as escolas, ele está em constante processo de aperfeiçoamento”, explicou Priscilla Hasstenteufel.
Uma das escolas que fez o uso do Sispreve em 2019 foi a EMEF Santo André.”Como já vínhamos utilizando, o sistema não é novidade para nossa escola. Mesmo assim, a capacitação foi um momento de nos aperfeiçoarmos nesse instrumento que nos fornece novas ações. Percebemos que já estávamos no caminho certo”, contou Karina Pereira Lopes, diretora da escola.
Por sua vez,  o Sispreve será novidade na EMEI Espaço Criança. “Acredito que o sistema vem para agregar ao nosso trabalho. A violência pode estar dentro das instituições e ter estes dados documentados poderá nos auxiliar a encontrar as raízes dos problemas. Adorei a iniciativa”, ressaltou a diretora Marilu Machado.
Assim que as aulas retornarem, o monitoramento dos registros do Sispreve acontecerá mensalmente, e a análise das situações ocorrerá nas reuniões do Comitê Integrado de Prevenção.
O Pacto Lajeado Pela Paz
O Pacto Lajeado pela Paz é um movimento multissetorial que tem como objetivo estimular e promover a criação de uma cultura de paz para prevenir a violência no município. Envolvendo diversas entidades e agentes policiais e fiscalizadores, o projeto usa metodologia baseada em evidências (comprovação dos efeitos e do resultado das ações), atuando em dois eixos.
Na prevenção, realiza ações nas áreas de educação, saúde, assistência social e cultura, com atividades de promoção da paz desenvolvidas nas salas de aula de escolas de todo o município.
Na área da aplicação da lei, realiza ações integradas de fiscalização a policiamento para melhorar a sensação de segurança no município e reduzir a perturbação do sossego.
Assessoria de Imprensa de Lajeado

Add Comment

Clique aqui para deixar um comentário

Por favor, preencha o campo *