Coronavírus Educação Estrela

Volta às aulas em Estrela ocorrerá dias 08 e 22 de fevereiro

Volta às aulas – anos iniciais – 2020 Angeli

Reunião entre o prefeito Elmar Schneider e os secretários municipais da Educação e da Saúde definiu datas, cenários de retorno e protocolos de segurança

O prefeito Elmar Schneider se reuniu, nesta sexta-feira (29), com os secretários municipais da Educação, Elisângela Mendes, e da Saúde, Eduardo Kaplan. Na pauta do encontro a volta das atividades escolares na Rede Municipal de Educação e os protocolos de segurança exigidos pelo governo estadual para tanto. O atendimento administrativo nas escolas da rede municipal ocorrerá a partir do dia 03, quando as equipes diretivas farão contato com as famílias para a organização do ano letivo. O retorno das crianças da Educação Infantil está previsto para o dia 08 e para os estudantes do Ensino Fundamental no dia 22.

Com o aval da Secretaria de Saúde, Vigilância em Saúde, do Centro de Operação de Emergência em Saúde para a Educação (COE Municipal) e da Segurança no Trabalho, protocolados em documento entregue por Kaplan na reunião, a Secretaria Municipal de Educação de Estrela (Smed) parte agora para dar início ao ano letivo, respeitando alguns critérios. Cada família poderá optar pelo retorno presencial ou permanência no ensino remoto, sendo necessário que o responsável contate a escola para assinatura do Termo de Responsabilidade. A família que não se sentir segura e optar pelo ensino remoto poderá retirar o material físico na escola para a realização das atividades em casa.

Na Educação Infantil, o atendimento de Berçários, Maternais e Jardins ocorrerá em escala de revezamento, ou seja, 50% dos alunos serão atendidos no turno da manhã e 50% no turno da tarde, de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h ou das 13h às 18h. No Ensino Fundamental, o atendimento do 1º ao 9º ano ocorrerá em escala de revezamento semanal, ou seja, 50% dos alunos na primeira semana e os outros 50% na semana seguinte. Regra que será seguida igualmente para as turmas da Educação de Jovens de Adultos (EJA). De acordo com a secretária Elisângela Mendes, o revezamento se faz necessário para o cumprimento dos protocolos de saúde, aliado ao fato da rede municipal não dispor de espaço físico para o atendimento diário de todos os alunos. Neste primeiro momento não haverá atendimento em turno integral/Inverso nas escolas, como também não será oferecido atendimento no Sesi. “Mas já registramos avanços, como a volta dos berçários, maternais, da EJA, e o atendimento em cinco dias da semana. Antes eram quatro, pois a segunda-feira era dedicada às atividades específicas”, explica.

Todos os protocolos de segurança exigidos serão seguidos pelas escolas: higienização constante dos espaços, uso do álcool gel, tapetes sanitizantes e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). O uso de máscaras será obrigatório a toda comunidade escolar, dos funcionários e professores aos alunos e visitantes. “Cientes de que vivemos um momento delicado, mas certos de que vamos contar com os cuidados de todos, trabalhando em parceria e respeitando os protocolos de higiene, conseguiremos atender os alunos da melhor forma possível”, destaca Elisângela Mendes. “Tão logo a situação de pandemia esteja controlada, bem como disponibilizada vacinação para os profissionais que atuam no atendimento das crianças, as atividades serão retomadas como antes gradativamente, visando o atendimento normal.” O secretário Celso Kaplan garantiu o apoio irrestrito da pasta da Saúde no atendimento das normas, e a equipe da Vigilância em Saúde acompanhará o retorno, destacando que muitos dos protocolos já eram exigidos e foram cumpridos na volta às aulas no ano passado.

 

 

Texto: Rodrigo Angeli

Fotos: Rodrigo Angeli/Prefeitura de Estrela e arquivo
Assessoria de Imprensa Prefeitura de Estrela

Add Comment

Clique aqui para deixar um comentário

Por favor, preencha o campo *